Categorias
Facebook Google ADS Inbound Marketing Marketing Rede Sociais Conteúdo Rede Sociais Performance SEO

Terceirização do marketing funciona? Especialista explica como funciona

Para o CCO da agência de marketing digital Go Biz, acionar a terceirização do marketing pode ser vantajoso em diferentes perspectivas.

Que os serviços de marketing são imprescindíveis para uma organização já não é mais uma novidade. A ascensão das redes, a versatilidade do processo de compra e a conexão que as marcas buscam gerar com o público precisam ser apresentadas a ele. E o marketing é o setor responsável por isso. A maneira como ele é coordenado, porém, varia conforme o porte da empresa e o quanto de comunicação ela demanda. Por isso, atualmente, um dos serviços que tem se destacado no mercado é a terceirização do marketing.

Para o CCO da agência de marketing digital Go Biz, acionar a terceirização do marketing pode ser vantajoso em diferentes perspectivas. “De grandes a pequenas empresas, a terceirização pode assumir um papel muito importante. Foi-se o tempo em que esse setor era visto como apenas um custo. Hoje, grande parte das empresas o veem como um importante investimento a ser realizado para conquistar ainda mais autoridade”, afirmou Ricardo Domingues.

O empresário salienta que aos que ainda são resistentes ao acionamento da terceirização do marketing, é importante entender que profissionais focados nas tendências do mercado são capazes de propor ideias inovadoras e que destaquem a empresa perante as demais. “É muito mais que um post em rede social. O nosso trabalho envolve entender os objetivos do cliente e como pretendemos entregar esse resultado esperado a ele. Isso envolve estratégias com as redes sociais sim, mas também com inbound marketing, profissionalização do e-commerce, entre outros serviços”, ponderou.

Muitas empresas imaginam que a terceirização do marketing fará com que o controle do que é publicado seja perdido. O especialista explica que, na verdade, o processo envolve a aprovação do cliente. “Seja com o profissional de marketing de dentro da empresa ou com outro gestor, nós sempre aprovamos o conteúdo. O fluxo é definido cliente a cliente, mas mantemos sempre uma comunicação muito clara para evitar divergências de posicionamentos da marca, uma grande preocupação atual”, disse Domingues.

Aos que estão inseguros sobre o serviço de terceirização do marketing, o CEO da Go Biz orienta que a empresa faça um teste, inicialmente, com parte do serviço. “Repasse para uma empresa de confiança os posts da rede social ou uma campanha pontual. Conforme essa relação for se fortalecendo o leque de tarefas pode se expandir e, então, se consolidar uma parceria”, orientou.

Usufruir da expertise adquirida da agência e se dedicar à contratação de profissionais especialistas estão entre as vantagens da terceirização do marketing. “As agências já têm o zelo de selecionar profissionais especialistas em suas áreas, o que faz com que o serviço entregue esteja amparado no que há de melhor em estratégia e insights do mercado. Ao deixar a responsabilidade do marketing a quem dedica seu dia a dia a isso, as empresas podem focar em seu plano de negócios, aperfeiçoamento do atendimento e até mesmo melhorar o gerenciamento do tempo”.

Categorias
Apresentações Facebook Google Google ADS Instagram Marketing Programação Web Rede Sociais Conteúdo Rede Sociais Performance SAC 2.0 SEO

B2W Marketplace – será que é a hora de investir nessa plataforma?

Conheça algumas vantagens de quem já está vendendo no ecossistema de negócios dono de gigantes como Americanas.com, Shoptime e Submarino.com.

Quais as vantagens do B2W Marketplace para aqueles que desejam optar por esta plataforma? Esta é uma das dúvidas recorrentes dos recém-chegados ao e-commerce no contexto pré e pós pandemia, principalmente neste último período, em que o modelo de marketplace saltou exponencialmente na adesão de novos usuários e foi o responsável por alavancar o resultado recorde do comércio eletrônico em 2020.

B2W Marketplace, como o próprio nome diz, é uma iniciativa da empresa B2W que agrega na sua plataforma os sites Americanas.com, Shoptime e Submarino. Com uma estimativa de 16 milhões de clientes ativos por mês, a plataforma encerrou o primeiro trimestre de 2021 com um crescimento de 252% de itens vendidos em comparação ao primeiro trimestre de 2020, segundo dados da Divulgação de Resultados da empresa.

Além do bom desempenho, quais têm sido os outros atrativos que fizeram o número de sellers do B2W Marketplace obterem um crescimento de 9,1% apenas nos primeiros três anos de 2021? Vamos analisar o que a companhia tem oferecido aos interessados em fazer negócios nesta plataforma.

Vantagens aos sellers do B2W Marketplace

Possivelmente, a primeira vantagem que salta aos olhos dos novos sellers é a possibilidade de ter seu produto vinculado a marcas que já conquistaram seu espaço junto ao bolso e ao “coração” do consumidor. Entre elas, a Americanas.com. uma das patrocinadoras master do Big Brother Brasil 2021, atração televisiva da Rede Globo que trouxe bons resultados para a empresa na edição deste ano. Entre os resultados positivos, destaca-se o título de “marca mais lembrada” do programa em uma pesquisa conduzida pela consultoria Ilumeo.

Além do peso das marcas envolvidas, algumas facilidades ajudaram a encher os olhos dos potenciais sellers do B2W Marketplace. Desde fevereiro, a comissão cobrada sobre o valor dos pedidos passou a se fixar apenas no preço do produto e uma taxa fixa de R$ 5,00,  não contabilizando mais o frete neste cálculo. Na prática, isso representa uma facilidade para os vendedores que podem ter uma margem melhor e também manter uma previsibilidade sobre ganhos na plataforma.

Também passou a valer a partir de fevereiro a regra sobre a cobrança de comissão de pedidos cancelados. Segundo a plataforma, no caso do cliente cancelar o pedido dentro do prazo de expedição do lojista, ele é isentado dessa comissão.

Outra ação da companhia pensando no sucesso dos vendedores foi a facilidade para conceder frete grátis. Em pedidos enviados a partir das regiões Sul e Sudeste com preço inicial de R$ 100,00, os lojistas podem oferecer o frete sem custo ao cliente, desde que utilizem os serviços logísticos da própria B2W Marketplace.

Assim como outras plataformas, o custo inicial para vender os produtos no B2W Marketplace é zero – cada seller contribuiu para a plataforma com um comissão de 16% sob valor do produto e a taxa fixa de R$ 5,00 mencionada anteriormente. E, para facilitar o fluxo de caixa dos lojistas, existe a possibilidade de receber o valor integral das vendas – mesmo que o cliente faça o pedido com pagamento parcelado.

Leita também: Hub de Marketplace – como aumentar suas vendas com esse sistema

Facilidade de integração

Além das vantagens mencionadas acima, da perspectiva de negócio, existem outras, mais ligadas à operação do dia a dia da loja online que podem ser realizadas com facilidade pelos chamados hubs de integração. Essas ferramentas centralizam todas as tarefas fundamentais para toda a tramitação de um e-commerce – de mensagens de SAC à conciliação e expedição de pedidos, passando pela gestão do estoque e outras informações vitais à operação.

Muitos empreendedores digitais decidem testar produtos em frentes diferentes – plataformas de marketplace distintas, até encontrar aquela que trará mais receita e sucesso para o negócio.  Outros também mantêm a operação do marketplace em paralelo ao seu próprio e-commerce, como uma nova fonte de receita ou tráfego. São em situações como essa que uma ferramenta de hub de marketplace se mostra útil, agindo como centralizadora de informações de diversos canais.

Entre as plataformas aceitas pelo B2W Marketplace está o Ideris, um hub de marketplace como uma série de funcionalidades que o diferenciam do mercado, entre eles o chamado “Ideris Store”, recurso que permite a criação de uma “loja de departamentos” dentro de marketplaces.

Esta funcionalidade, além de representar uma inovação no mercado, auxilia lojistas a aumentarem sua presença dentro dos marketplaces de maneira automatizada, sem perder o controle da operação. O recurso não está restrito apenas ao B2W Marketplace, mas pode ser implantado em outras plataformas como Carrefour, MadeiraMadeira e Via Varejo.